Precificador: O que é e para o que é utilizado?

Você sabe o que é Precificador?

 

Se você é dono de uma empresa que vende produtos para comércios, principalmente aqueles que é o próprio cliente que se serve, como supermercados e farmácias, certamente conhece essa peça de propaganda.

 

Talvez você tenha certa dúvida no motivo pelo qual um Precificador possa ser considerado uma peça de propaganda para o seu pdv, uma vez que por lei, todos os produtos devem conter o preço a mostra para o cliente.

 

E é isso que vamos explicar para você.

 

O que é Precificador?

 

O Precificador, como o nome sugeri, é a peça, na maioria dos casos acrílica, onde ficam apresentados os preços dos produtos para os clientes.

 

Ele fica exposto abaixo do produto onde uma etiqueta é colocada em seu interior apresentando para o cliente, coisas como:

 

  • Preço;
  • Nome do produto;
  • Tipo do produto;
  • Código de barra do produto;
  • Peso do produto.

Esse seria um precificador normal que os próprios estabelecimentos oferecem, uma vez que é lei ter os preços de todos os produtos a mostra para os clientes. Porém, não é desses precificadores que vamos falar.

 

Nós vamos falar dos precificadores personalizados, que quando alinhados com outras peças de marketing do seu pdv ajudam a alavancar as suas vendas.

 

Você pode, por exemplo, personalizar o seu próprio Precificador, levando as informações que você deseja para o cliente, além claro das obrigatórias por lei.

 

Um Precificador chamativo, colorido, maior ou apresentando alguma vantagem do seu produto é a diferença entre ele ser escolhido ou do seu concorrente.

 

Como sabemos tudo conta na hora de apresentar o produto para o cliente e um Precificador diferenciado pode ser esse gatilho para a escolha do seu produto.

 

Vantagens em usar um Precificador personalizado

 

Existem muitas diferenças entre utilizar um Precificador padrão desenvolvido pelo próprio estabelecimento onde seu produto ficará exposto e em ter um Precificador personalizado.

 

A primeira diferença e uma das principais é que chama muito mais a atenção do cliente do que aqueles precificadores padronizados e ‘sem graça’ dos estabelecimentos.

Outras vantagens dessa peça são:

 

  • Apresentar vantagens do produto para o cliente;
  • Apresentar promoções ou ofertas do produto ao cliente;
  • Chama mais atenção que os padronizados;
  • Atrai muito mais para a ‘compra por impulso’;
  • Peça de longa duração;
  • Baixo investimento em relação ao valor de retorno;
  • Formatos e cores personalizados.

 

Outros tipos de Precificador

 

Além desses precificadores mais ‘comuns’ que são os que ficam nas gôndolas ou prateleiras dos estabelecimentos, existem outros tipos de precificadores.

Por ‘regra’ um Precificador é toda peça de marketing que, além de outras informações, apresenta o preço do produto ao cliente.

 

O segundo tipo mais comum desses precificadores e que nem todos donos e donas de empresas percebem em um primeiro momento, principalmente se a empresa for nova, são os precificadores de ofertas.

 

Você sem dúvidas sabe do que estamos falando. São aqueles cartazes ‘gigantes’ que ficam nas vitrines e entradas dos estabelecimentos, muito comuns em supermercados, que apresentam o preço de determinado produto em oferta para as pessoas que estão na rua.

 

Assim como os precificadores de gôndolas, os estabelecimentos normalmente possuem esse Precificador de ofertas.

 

A principal função desse Precificador, como dito, é apresentar uma oferta ou promoção para o potencial cliente que não está dentro do estabelecimento.

 

Aquele cliente que está no ponto de ônibus, caminhando pela rua em direção a outro lugar, para o cliente que está passando de carro na frente do estabelecimento.

Ou seja, é para chamar a atenção desse cliente que de outra forma não compraria nada no local. Uma forma de convite para entrar no estabelecimento. Além dos precificadores personalizados de gôndolas, você também pode personalizar esses precificadores de ofertas.

 

A vantagem é que esse de oferta de forma personalizada também chama mais a atenção de quem está passando na rua, do que a peça padronizada que os estabelecimentos oferecem.

 

Exemplo sem precificador

 

Vamos dar um exemplo hipotético do que poderia acontecer se você não tiver um Precificador personalizado para o seu produto em um estabelecimento.

 

O cliente entra no supermercado e vai realizar as suas compras normalmente.

Depois de um tempo ele entra no corredor onde seu produto está amostra.

 

Porém ele não está em busca do seu produto, ele está apenas passando pelo corredor em busca de um outro produto que está em outra sessão.

 

Ele passa pelo seu produto e continua a caminhar pois nada ali chamou a atenção dele.

Dessa forma você perdeu uma venda. Agora imagine isso ocorrendo várias vezes todos os dias.

 

Exemplo com precificador

 

Agora imagine o mesmo cliente na mesma situação. Ele está passando pelo corredor indo em direção a outra sessão, sua intenção não é comprar nada ali.

 

Mas, algo chama a atenção dele. Em a meio todos aqueles precificadores padronizados, um deles é diferente, colorido e chama a atenção mesmo que a pessoa não queira.

 

Então ele olha para o lado e vê o seu produto, só isso já seria um grande diferencial se comparado com o exemplo anterior onde ele simplesmente passou pelo corredor sem nem ver o seu produto. Se o cliente enxerga o seu produto já é um primeiro passo para uma venda, seja ela por impulso ou não.

 

O cliente então para, pois, além de ser um Precificador que chama a atenção, ele também oferece um benefício interessante. Esse benefício pode ser uma promoção, uma oferta, um preço atrativo, ser mais saudável ou etc.

 

O benefício em si não é relevante para esse exemplo.

Então ele coloca o seu produto no carrinho de compras dele e segue em direção ao produto que ele realmente estava procurando. Da mesma forma, imagine isso ocorrendo várias vezes por dia.

 

Considerações finais

 

Como dito lá no início, se além do Precificador personalizado você combiná-lo com as outras peças publicitarias do seu PDV, trazendo uma harmonia entre elas e cada uma apresentando algo de diferente, suas chances de venda são muito maiores.

 

É importante também frisar que várias peças publicitarias juntas apresentando a mesma informação pode ter efeito oposto ao que se espera e ‘afugentar’ o cliente.

 

A ‘poluição visual’ em cima do seu produto pode fazer esse efeito negativo.

Então produza peças publicitarias que sejam harmônicas entre elas, onde cada uma apresente algo novo ou a mesma informação com uma nova roupagem.

 

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

 

Leia também:

Clip Strip: Saiba o que é e para o que serve

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia também...

Bobina de Forração: O que é e para que serve?

Bobina de Forração: O que é e para que serve?

Você sabe o que é uma bobina de forração? Se você tem uma empresa que vende mercadorias para estabelecimentos, principalmente do ramo alimentício, como supermercados, saiba que essa peça publicitária é de suma importância. Fique conosco até o final para se tornar um expert no assunto. O que é uma bobina de forração? A bobina […]

Visual Promo doa face shields para Itaquaquecetuba

Visual Promo doa face shields para Itaquaquecetuba

Para reforçar a proteção dos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Covid-19, a Visual Promo anuncia a doação de 425 Protetores Faciais do tipo “face shield” para a Secretaria de Saúde de Itaquaquecetuba, município que se encontra sua sede. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) foram doados nesta sexta-feira […]

Faixa de gôndola: saiba o que é para que serve

Faixa de gôndola: saiba o que é para que serve

Você sabe o que é uma faixa de gôndola? Se não sabe pode estar perdendo vendas por causa disso.   A faixa de gôndola é utilizada nos PDV para chamar a atenção dos clientes e assim vender mais do seu produto.   Nesse texto vamos explicar tudo que você precisa saber sobre faixa de gôndola. […]

SOLICITE UM ORÇAMENTO